POST ESPECIAL DE 6 ANOS – CORSENDONK PATER DUBBEL

Brasil, início da década de 90. O novo governo toma uma das medidas mais necessárias ao país naquele momento: abrir os portos aos produtos do resto do mundo. Em pouco tempo, cervejas do mundo inteiro invadiram as prateleiras do país, a maioria em coloridas e chamativas latas. Muita gente viu naquilo a oportunidade de fazer uma coleção esteticamente estimulante de latas cheias de cerveja. Eu vi ali, finalmente, a oportunidade de beber e conhecer cerveja do mundo inteiro.

Foi assim que iniciei minha formação cervejeira. Bebendo muita cerveja alemã e holandesa, muitas oxidadas pelo translado longo e sem critérios, americanas de terceira categoria, e algumas preciosidades que vinham no bolo. Já naquela época ouvi falar da fama das cervejas belgas, e a primeira cerveja daquele pequeno país que apareceu na minha frente, há vinte anos, sim, há vinte anos, foi uma pequena garrafa de casco marrom, com letras pintadas de branco, reproduzindo um selo medieval. Linda garrafa. Não pensei duas vezes em comprar. Fui logo pra casa e tratei de gelar aquela pequena belezura. Peguei minha melhor taça na época, e derramei o líquido amarronzado dentro dela. Uma formação de espuma de impressionar. Ao provar o primeiro gole, logo percebi como a cerveja descia gentilmente, sem amargor incômodo, pelo contrário, uma doçura delicada, diferente daquela das cervejas que, depois fui perceber, eram feitas com corante caramelo. Era diferente de tudo que já tinha provado, e já tinha experimentado um bom número de cervejas. Terminei o último gole com a nítida impressão de ter sorvido um néctar, e não aquilo que chamávamos de cerveja. A experiência só me fez confirmar a reputação das cervejas belgas, e me deixou impressionado. Nunca mais vi aquela cerveja maravilhosa, até que, vinte anos depois, eis que ela aporta por aqui novamente! Acho que é desnecessário dizer da alegria que tive ao saber que a Corsendonk estava vindo pro Brasil, importada oficialmente pela Bier & Wein. Pois foi no dia 29 de fevereiro que me sentei com mais uma Corsendonk Pater Dubbel, dessa vez de 750ml, com sua linda taça personalizada. Que cerveja tomar em um dia que só acontece de quatro em quatro anos?

Pois tomar essa cerveja cinco anos bissextos depois foi mesmo uma experiência mística, quase transcendental. Hoje percebo que ela não é tão alcoólica nem tão encorpada como achava, e que tem uma presença de especiarias intensa, tanto que elas entram na receita. Cardamomo, coentro, alcaçuz, anis, canela, baunilha, passas, maçã e chocolate aparecem no aroma ou no sabor, entretanto, parece que somente canela e coentro são utilizados. Possui corpo leve, boa presença de malte, álcool e dulçor discretos. Enfim, uma cerveja com enorme potencial gastronômico, para harmonizações exóticas, inclusive.

Se este post fosse um cena de um filme, seria daquelas que mostra 20 anos de história cervejeira (6 destes anos compartilhados aqui neste blog) em uma sequência de flashes em altíssima velocidade, para no final mostrar este que vos fala com o olhar arregalado depois do bombardeio de tanta informação. No final, um sorriso de satisfação por ter passado os últimos 20 anos imerso nesse universo espetacular que é a grande bebida da Humanidade: a cerveja!

Obrigado a todos por estes 6 anos de intensa troca de experiências, e obrigado à cerveja por fazer a minha vida mais prazerosa, divertida e interessante! Como diz o próprio slogan da Corsendonk: Zalig Genieten! Foram tempos maravilhosos!

Um brinde a todos!!!

Ouvindo: George Harrison – All Those Years Ago

2 Respostas para “POST ESPECIAL DE 6 ANOS – CORSENDONK PATER DUBBEL

  1. Parabéns pelo post!!!! Impressionante a forma que descreveu esse espetáculo de cerveja, e realmente enquanto li me passava um filme na cabeça de toda essa narração !!!! Provei dela dia 03/03, e nas vips companhias de Fabrício Santos (@fullpintbr) e de Gui Spirandelli, com certeza foi uma tarde, como essa cerveja, espetacular!!!! abs!!!

  2. Essa foi a primeira belga que bebi também, lá no início dos anos 90. Época boa de descobertas aquela, mas acho que hoje está melhor.
    Grande abraço e parabéns pelos 6 anos do blog.

    Flavio.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s