DELIRIUM NOCTURNUM E KASTEEL BRUIN 11

delirium nocturnum 1a

Antes do calor apocalíptico que tem feito nas últimas semanas, rolou um clima mais parecido com inverno por aqui, com um friozinho bacana, bem propício para se aventurar por cervejas mais intensas. Ou seja, típico clima ideal para se deliciar com algumas belgas e inglesonas de respeito.

Duas cervejas degustadas nesse espírito e nessas condições foram a Delirium Nocturnum e a Kasteel Bruin 11º. A primeira, cria da cervejaria Huyghe, que produz a famosa e não menos divertida irmã loira da Nocturnum, a Delirium Tremens, é uma belgian dark strong ale obrigatória.

Ela se apresenta com cor marrom escura, com reflexos rubi, espuma morena de densidade, persistência e abundância próprias do estilo. A cerveja degustada nesse dia apresentou grande quantidade de depósito, aumentando a turbidez habitual.

Os aromas se revelam riquíssimos, fenólicos, com notas de açúcar mascavo, cerejas, passas e álcool, com os sabores seguindo a mesma linha, com notas ainda de chocolate, torrado, acidez e álcool (o teor, de 8,5%, é perceptível, mas o álcool não chega a ser dominante). É uma das melhores representantes do estilo, capaz de provocar delírios se harmonizada a contento.

kasteel bruin 11a

E quem não se sentiu intimidado pela Delirium, pode se aventurar por uma belgian dark strong ale ainda mais potente e alcoólica: a Kasteel Bruin 11º. Cria da não menos conceituada cervejaria Van Housebrouck, a Kasteel Bruin é uma cerveja perigosa. Revela cor marrom mais escura do que a Delirium, espuma morena de grande abundância e densidade, aromas de chocolate meio amargo, com notas torradas, de café, frutas escuras, e um fenólico suave, elegante. Aliás, elegância talvez seja a melhor palavra para descrever essa cerveja, de belo corpo, que ainda revela no sabor notas torradas, de passas, tâmaras, terminando bem adocicada e revelando apenas no final um pouco de todo o álcool que carrega, e que não tinha se manifestado no aroma. Gentil, elegante, sutil e doce, você só percebe os 11% de teor alcoólico depois que a taça foi prazeirosamente esvaziada aos poucos. Nessa altura, espero que ela tenha sido harmonizada com uma boa sobremesa à base de chocolate e só o que lhe faltará é ir para a cama, extremamente satisfeito com o final da refeição.

Ouvindo: Judas Priest – Dreamer Deceiver

2 Respostas para “DELIRIUM NOCTURNUM E KASTEEL BRUIN 11

  1. Rodrigão,
    Adorei as duas também. Deliciosas. No posto da mamãe devem estar a preços bem convidativos.
    Quem dera eu em BH agora!

  2. Xará, elas estão na média de 16 a 20 reais. Espero que elas se popularizem e que fiquem cada vez mais baratas e acessíveis! Grande abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s