10 CERVEJAS PARA SE COMEMORAR ANIVERSÁRIO

Olá pessoal!

No dia 9 este que vos fala completou 3.4 20v turbo, aditivado com muito malte e lúpulo. Nada melhor nessas ocasiões do que fazer uma lista com as 10 primeiras cervejas que vêem à mente quando o assunto é comemorar com as favoritas da casa… vamos a elas então:

1- Pilsner Urquell

Começar com a mãe das pilsens, a melhor das pilsens tchecas, é quase que obrigatório. Para quem quer todo o sabor do malte pilsen (biscoito, pão), o amargor agradável e o aroma incrível do lúpulo Saaz. Infelizmente ela não está mais disponível no Brasil, mas pode ser substituída pela Czechvar, a 1795, a Starobrno ou a brazuca de responsa Wäls Pilsen (resenha em breve). Escolheria qualquer prato picante, com ingredientes como alho e pimenta, para acompanhar.

2 – Maredsous 6º

Blondes são cervejas que dificilmente desagradariam alguém. Frutadas, complexas, aromáticas, porém relativamente leves, é o tipo de cerveja que eu gostaria de ter em quantidades quase infinitas na minha adega ou geladeira. Das cervejas deste estilo vendidas no Brasil, podemos destacar exemplos como a Maredsous 6, a La Trappe Blond ou a própria Leffe Blond, atualmente a mais difundida e acessível.

A Maredsous é produzida pela cervejaria que também faz a Duvel, e é uma cerveja aromática, complexa, com aromas de fermento, malte, pêssego, pêra e lúpulo mais evidente. Uma delícia com queijo gouda.

3 – Eisenbahn Weizenbock

Aromas licorosos e complexos de bolo de banana, passas e chocolate; espuma abundante; sabor dos maltes de trigo, tostados e torrados fazem dessa cerveja uma das melhores feitas no Brasil, e um dos estilos mais interessantes e expressivos da escola alemã.

4 – La Chouffe

A mais cítrica de todas as cervejas belgas que conheço. Somente por esse predicado já valeria a pena considerá-la, mas além de todo o perfil cítrico, se percebe muito equilíbrio e sabor nessa strong golden ale de 8%, com sua lupulagem fina, especiarias e tudo o mais.

5 – Waterloo 7

A Waterloo 7 é um exemplar típico das tripels de abadia, mais cítricas e de final mais doce e menos medicinais e fenólicas do que cervejas – também espetaculares – como Tripel Karmeliet e St. Feuillien Tripel. Cítrica, frutada, adocicada, alcoólica, complexa, saborosa, é uma tripel que dificilmente desagradaria alguém.

6 – Fuller’s 1845

Uma old ale maturada por 100 dias, fabricada por essa cervejaria extraordinária, símbolo da escola inglesa. É uma cerveja riquíssima, onde todos os aromas e sabores foram arredondados pela longa maturação. Encorpada, de enorme presença de maltes tostados e torrados, lupulagem finíssima, notas de chocolate, baunilha, esterificada. Uma inglesona superlativa.

7 – Rochefort 6, 8 e 10

Na impossibilidade de eleger uma delas, pego logo toda a família. As crias da abadia trapista de Notre-Dame de Saint-Remy são cervejas extraordinárias, indescritíveis, que vão do marrom avermelhado ao marrom escuro, e apresentam uma infinidade de aromas e sabores de frutas escuras, vermelhas, baunilha, banana, pêra, figo, rum, etc. São néctares dos deuses, em variadas intensidades. São obrigatórias, indispensáveis.

8 – DeuS

Não poderia deixar de fora a principal representante das bières de champagne. Porém, além do caráter festivo e elegante, temos muito sabor e complexidade. É uma delícia de cerveja, com aromas de maçã, pêra, malte, gengibre, cravo e especiarias, e aparência e perlage de champanhe fino. Uma cerveja sem dúvida muito especial.

9 – Maudite

As crias da cervejaria canadense Unibroue são, invariavelmente, deliciosas. Entretanto, uma delas surpreende a todos que eu a apresento. A Maudite seria uma strong “red” ale belga, com aquele aroma de fermento típico das Unibroue que é agradabilíssimo, cor marrom mogno avermelhada, espuma abundante, muita esterificação, aromas complexos e agradável equilíbrio de aromas, sabores e álcool. Uma das melhores cervejas de estilo belga feitas fora dos países baixos.

10 – Strong Suffolk

Por fim, uma ode ao carvalho. Outra old ale saborosíssima, desta vez envelhecida em barris. Com seus aromas e sabores licorosos de frutas pretas como passas e ameixa, lembra um jerez ou vinho do porto, sem deixar para trás os sabores e aromas dos maltes e lúpulos. Ideal para se beber na biblioteca, sentado na poltrona, lendo um bom livro.

Com cerveja me esqueci de muitas outras, mas essas dez para mim são garantia de satisfação.

Gezondheid!

Ouvindo: Marillion – White Russian

Anúncios

4 Respostas para “10 CERVEJAS PARA SE COMEMORAR ANIVERSÁRIO

  1. A Fuller´s Golden Pride, Konig Pilsener, Lowenbrau Oktoberfestbier e a Licher caem muito bem, nessa decente lista.
    A Waterloo 7 é um néctar de cerveja !!

  2. bela coleção essa hein?? E um feliz aniversário!!!
    Abraços

  3. Grande, grande escolha.
    Todas cabem nas minhas favoritas, a não ser a Eisenbahn e a Strong Suffolk, e isso porque nunca as bebi, eheh! Mas esta última, decerto seria muito bem substituida pela Thomas Hardy Ale!

  4. Wagner, gosto de todas que você citou, especialmente a Fuller’s Golden Pride, favorita da Fuller’s de muita gente por aqui… abraço!

    Xará, obrigado! Um abraço!

    V, sem dúvida a Thomas Hardy’s é uma coisa de louco! Experimente a Strong Suffolk, é imperdível também… agora, espero que a Eisenbahn chegue aí a Portugal logo, não é justo só a gente beber as delícias que eles fazem… hehehe… abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s