SCHMITT BARLEY WINE x SCHMITT BARLEY WINE 01/07

Uma das primeiras cervejas que “celarizei”, ou guardei na “adega” de casa, foi a Schmitt Barley Wine. Para quem não conhece, trata-se de uma das melhores cervejas brasileiras. Recomendo expressamente.

Comprei um exemplar em janeiro de 2007, com intenção de abri-la no inverno de 2008. Não consegui esperar até julho ou final de junho, e fiz o desafio neste fim de semana. Confrontei-a com uma recém comprada, nova, de validade que vai até 15/01/2013, enquanto que a envelhecida tinha validade até 31/10/2011…

Primeiro degustamos a Schmitt Barley Wine envelhecida, que se apresentou com cor alaranjado escuro, completamente turva, muito pouca formação de espuma e flocos de leveduras em suspensão. O aroma revelou-se intensamente doce e alcoólico, puxando para o licoroso. O sabor veio com notas doces, de malte, muitas especiarias, “warming alcohol” e sal. Sim, um certo sal, um certo caráter básico (ph alto) que ficou mais evidente.

Já a Schmitt Barley Wine nova revelou uma cor ligeiramente mais escura, espuma muito mais abundante, menos residual doce, menos caráter licoroso e mais equilíbrio doce/amargo/álcool. Me agradou mais, mostrou-se uma cerveja mais balanceada. Para ser sincero, a diferença entre a nova e a envelhecida não foi tão gritante, motivo pelo qual pretendo envelhecer as próximas por 4 ou 5 anos, se eu conseguir resistir…

Ouvindo: Dire Straits – Private Investigations

4 Respostas para “SCHMITT BARLEY WINE x SCHMITT BARLEY WINE 01/07

  1. Tio Rodrigão,

    esta me interessei por me tirar do paradigma de não envelhecimento de cerveja. Dito isto, qual é o processo de fabricação desta cerveja que precisa de envelhecimento? Realmente, fiquei curioso com ela.

    Um abraço
    Cristiano

  2. É um tipo de cerveja muuito do meu agrado.
    Essa não conheço (não há por aqui), mas tenho também uns barley wines guardados, da Anchor (Old Foghorn) e também umas Thomas Hardy’s Ale.
    Abraço

  3. V, a Schmitt é uma barley wine brasileira do estado do Rio Grande do Sul (como nosso amigo Felipão Scolari), e é uma das melhores cervejas do país. Também gosto muito do estilo, costuma ter somente cervejas de grande envergadura… aqui no Brasil são poucas que se acha, além dela há a Thomas Hardy’s e a Baden Baden Red Ale também pode ser considerada uma barley wine… acredito que aí em Portugal existam mais opções, né?
    P.S: E a Eurocopa?

  4. Bem, por aqui não muitas mais Barley, RJ. Só a Bush Ambrée, considerada uma barley por Michael Jackson, apesar de eu achar que se trata mais de uma belgian strong ale. Mas quem sou eu para contradizer o malogrado guru?
    Bem, quanto à euurocopa já foi, né?
    Mas se quer quue lhe diga, prefiro assim. Há muitos assuntos cruciais a tratar no país e o povo andava um pouco anestesiado com o futebol (além de que eu peno que se inflacionou muito as expectativas – afinal somos um pequeno país), e agora pode ser que abra os olhos e conteste o nosso incompetente governo (e olha que eu até votei neles)
    Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s