CONCURSO ARTESAMALT – RESULTADO E COMENTÁRIOS

concurso-1.jpg

Pessoal, a primeira coisa que tenho a dizer é que o concurso foi fantástico. Mesmo com a chuva inclemente e incessante, que teimava em cair sem dar refresco, a galera compareceu em massa e prestigiou bastante mais esse capítulo da história da cultura cervejeira brasileira.

juri-004a.jpg

O júri

juri-002a.jpg

Luiz Flávio (Frei Tuck), Edu Passarelli, Patrícia Lapertosa (Prazeres da Mesa), Sérgio Fraga (Cervejaria Fraga) e Rodrigo Lemos (este que vos fala).

Reunidos num júri misto (técnico e popular), estávamos Cilene Saorin, Kátia Jorge, Paulo Schiaveto, Marco Falcone, Sr. Werner Emmel, Leonardo Botto, Edu Passarelli, Luiz Flávio (Frei Tuck), Felipe Viegas (B&W), Cristiano Lamego, Henrique Oliveira, os jornalistas Ronaldo Nascimento, Chico Maia, Patrícia Lapertosa e este que vos fala. Concorreram 13 exemplares do estilo Pale Ale, todos da escola inglesa, divididos entre as categorias Ordinary Bitter, Best Bitter e ESB do BJCP. Analisados os parâmetros de aparência, aromas, sabores, tato (mouthfeel/retrogosto) e impressão geral, a briga pelo primeiro lugar foi bonita e ferrenha. Sagrou-se vitorioso meu xará Rodrigo Parisi, da Smedgård, vulgo Dino (ou Levinho). Os homebrewers da Smedgård tem por proposta resgatar a cultura nórdica e celta pré-cristã, e com isso fazem cervejas sem o uso de lúpulo e também hidromel. Porém a cerveja campeã era uma autêntica inglesona lupulada, quase unânime na preferência do júri. Todos os cervejeiros da Smedgård tiveram um excelente desempenho no concurso (fazem parte da horda cervejeira também o Daniel Draghenvaard e o Paulo Patrus).

smedgard-1a.jpg

Stand da Smedgård

smedgard-2a.jpg

Em segundo lugar ficou o presidente da Acerva Mineira, Rômulo Gresta, com sua inglesona superlupulada. Uma cerveja com aromas e sabres intensos, equilibrados e totalmente britânicos. Mais uma vez Mr. Rômulo mandou muito bem.

E em terceiro lugar ficou Mr. Daniel Teixeira, da Glück Bier (yeah!!!), com outra pale ale deliciosa, a P.A.nela (sacou a piada? Hehehehehe…)

E ainda foram expostas e servidas várias cervejas de outros estilos, não concorrentes, inclusive minha boa e velha Hercule, que mesmo com alguns problemas estruturais como residual doce e esterificação de banana muito além do desejado, foi bem elogiada e apreciada. Aguardem a segunda safra, com certeza será bem melhor!

Mas o melhor de tudo foi a reunião, o fato de todos estarem ao redor da cerveja e a confraternização final no melhor estilo pagão (com direito ao ritual do tacho comunitário de cerveja) quando foram anunciados os vencedores da Smedgård, onde todos os participantes se regozijaram da conquista (afinal foi o primeiro prêmio do pessoal da Smedgård).

Gostaria de agradecer a todos pela experiência: ao pessoal da Artesamalt pela brilhante idéia e incentivo ao movimento, aos jurados pela simpatia, interesse e disponibilidade, aos participantes pelo espírito cervejeiro e esportivo e ao público, pelo entusiasmo e sede! Hehehehe… foi uma experiência e tanto.

§11!!!

Ouvindo: Tankard – Die With a Beer In Your Hand

2 Respostas para “CONCURSO ARTESAMALT – RESULTADO E COMENTÁRIOS

  1. Pingback: Alcohol Posts » CONCURSO ARTESAMALT - RESULTADO E COMENTÁRIOS

  2. Fala Confrade Rodrigo blza cara, manda a lista de musicas finladesa que vc me mostro no encontro de natal e as musicas que vc tem ai….um abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s